Correções quânticas à massa do kink deformado

Thiago R. Araujo, Stoian I. Zlatev

Resumo


Defeitos topológicos foram muito estudados nas ultimas décadas, sendo ainda objeto de bastante interesse em diversas áreas, como na física da matéria condensada, na física de partículas elementares e na cosmologia. Soluções do tipo kink em certos modelos de campos escalares num espaço-tempo de dimensão dois são exemplos típicos de defeitos topológicos. Partindo de um modelo com soluções clássicas desse tipo podemos encontrar uma infinidade de novos modelos com a mesma propriedade através de um procedimento de deformação [D. Bazeia, L. Losano, J. M. C. Malbouisson, Phys. Rev. D66 (2002) 101701(R)]. Sugerimos nesse trabalho um método para o cálculo da variação da primeira correção quântica à massa do kink sob uma deformação pequena. Deformações infinitamente pequenas dos modelos Seno-Gordon e do 4φ2 são analisadas em detalhes. 

Palavras-chave


kink, deformação, correção à massa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.