Utilização da espectroscopia do infravermelho próximo (NIRS) como ferramenta na discriminação de espécies do gênero Dimorphandra Schott (Leguminosae: Caesalpinioideae)

Autores

  • Guilherme Sousa da Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Michael John Gilbert Hopkins Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2024.031201

Palavras-chave:

espectros, delimitação de espécies, Leguminosae

Resumo

O trabalho tem como objetivo utilizar a espectroscopia no infravermelho próximo (NIRS) como ferramenta na discriminação de espécies do gênero Dimorphandra Schott (Leguminosae, Caesalpinioideae). Coletou-se espectros de 315 indivíduos (seis leituras por indivíduo) distribuídos em 20 espécies de Dimorphandra, utilizando o espectrofotômetro Thermo Nicollet, sistema FT-NIR Antaris II Method Development System (MDS) do Herbário INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, onde os valores de absorbância compreende os números de onda de 4.000 a 10.000cm-1, faixa correspondente ao infravermelho próximo, sendo regulados com 16 scans e resolução de 8cm-1. Foram realizadas Análises de Componentes Principais (PCAs), para visualização da distribuição espectral. Foram geradas funções discriminantes com o intuito de avaliar o potencial dos dados em distinguir corretamente as espécies, onde para validar os modelos gerados empregou-se a técnica de validação cruzada 70-30, onde seleção foi aleatorizada 1; 10; 50 e 100 vezes. Os resultados obtidos demonstram excelentes resultados utilizando a PCAs e com valores de predição de 95-92%, utilizando o teste de validação 70-30 nas análises lineares discriminantes (LDA), verificando taxas altas de predição na discriminação de espécies do gênero Dimorphandra. Dessa forma infere-se que a espectroscopia no infravermelho próximo (NIRs) contribui na discriminação das espécies do gênero, colaborando na elucidação de problemáticas taxonômicas.

Downloads

Publicado

2024-04-22

Como Citar

Sousa da Silva, G., & Hopkins, M. J. G. . (2024). Utilização da espectroscopia do infravermelho próximo (NIRS) como ferramenta na discriminação de espécies do gênero Dimorphandra Schott (Leguminosae: Caesalpinioideae). Scientia Plena, 20(3). https://doi.org/10.14808/sci.plena.2024.031201

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)