Diversidade genética de acessos do complexo Saccharum do Banco de Germoplasma da Embrapa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2022.050201

Palavras-chave:

cana-de-açúcar, recursos genéticos, marcadores moleculares

Resumo

Os bancos de germoplasma representam fontes de variabilidade genética que podem ser empregadas em programas de melhoramento. Objetivou-se caracterizar molecularmente 31 acessos do Complexo Saccharum para auxiliar na gestão do Banco Ativo de Germoplasma de Cana da Embrapa e direcionar estratégias no programa de melhoramento genético. Com base nos marcadores moleculares ISSR, o coeficiente de similaridade de Jaccard variou de 0,34 a 0,83. O dendrograma baseado na matriz de dissimilaridade genética mostrou que os acessos se categorizaram em nove agrupamentos. O grupo IX foi composto pelos acessos da espécie Erianthus arundinaceus e apresentaram maior similaridade entre si, sugerindo a existência de duplicaras. As menores dissimilaridades foram entre os grupos I e II, nos quais estão presentes o maior número de espécies de Saccharum officinarum e as cultivares comerciais SP 791011 e RB92579. As informações obtidas poderão ser utilizadas na gestão do BAG, no desenvolvimento de um banco de dados para gerenciamento de características de acessos selvagens do Complexo Saccharum, bem como na indicação de futuros genitores potenciais para introgressão genética em programas de melhoramento.

Downloads

Publicado

2022-06-11

Como Citar

Albuquerque Resende Oliveira, L. ., Santos Almeida Pereira, C., Morais, L. K., Silva Ledo, A., & Silva, A. V. C. (2022). Diversidade genética de acessos do complexo Saccharum do Banco de Germoplasma da Embrapa. Scientia Plena, 18(5). https://doi.org/10.14808/sci.plena.2022.050201

Edição

Seção

Artigos