Capacidade de Eichhornia azurea (Swartz) Kunth de depurar água contaminada por coliformes termotolerantes

Autores

  • Taina Lyra da Silva Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus X
  • Jorge Luiz Fortuna Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Campus X - Teixeira de Freitas-BA http://orcid.org/0000-0001-7996-837X

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2021.106201

Palavras-chave:

aguapé, contaminação hídrica, fitodepuração

Resumo

A fim de colaborar com o desenvolvimento sustentável, dentro da proposta de utilizar sistemas biológicos para tratamentos hídricos de baixo custo, propondo uma alternativa natural e limpa, a biorremediação, em especial a técnica de fitorremediação com macrófitas aquáticas, é uma estratégia que vem se destacando. O objetivo deste trabalho foi verificar a capacidade do aguapé Eichhornia azurea (Swartz) Kunth de depurar água contaminada por coliformes termotolerantes. O trabalho de pesquisa foi desenvolvido no Laboratório de Microbiologia da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus X, Teixeira de Freitas-BA. Inicialmente, foi realizada uma coleta da espécie no rio Itanhém. Após o período adaptativo, espécimes da planta foram distribuídos em quatro diferentes tanques, cada um contendo características distintas de nível de contaminação por coliformes. Foram realizadas coletas da água de cada tanque para análise microbiológica, semanalmente. Os dados obtidos foram estruturados em tabelas e gráficos. O método utilizado para testar a hipótese de diferença considerável entre os tanques de tratamento e o tempo de perda de contaminação da água foi Análise de Variância utilizando o teste t de Student. Foi possível constatar a redução das populações de coliformes presentes nos tanques experimentais, onde o decaimento médio de coliformes foi de 3,34895 log NMP/100 mL. Além disso, foi realizada a análise do ganho de peso dos espécimes da planta, que chegaram a um ganho de até 64% do peso inicial. A espécie analisada apresentou potencial para uso em técnicas de fitorremediação.

Biografia do Autor

Taina Lyra da Silva, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus X

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus X, Teixeira de Freitas-BA

Jorge Luiz Fortuna, Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Campus X - Teixeira de Freitas-BA

Professor Adjunto da área de Microbiologia do curso de Ciências Biológicas da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Campus X - Teixeira de Freitas-BA

Downloads

Publicado

2021-11-09