Crescimento inicial de mudas micorrizadas de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.) sob doses de fósforo.

Autores

  • J. J. F. Oliveira Universidade Federal do Piauí
  • B. B. Silva Universidade Federal da Paraíba
  • A. C. Araújo Neto Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

biometria, simbiose, adubação

Resumo

A inoculação com fungos micorrizas arbuscular (FMA) pode potencializar adubação fosfatada, porém a mesma é o fator que pode mais afetar a eficiência do FMA. Objetivou-se estudar a influencia do FMA, Glomus etunicatum, no crescimento inicial de mudas de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.) sob doses de fósforo tendo como substrato solo de baixa fertilidade. O experimento foi instalado em casa de vegetação da Universidade Federal do Piauí NOS meses de setembro a novembro de 2011. O delineamento foi inteiramente ao acaso em esquema fatorial 3x4 sendo 3 condições de solo( solo natural, autoclavado e autoclavado com inoculação de FMA) e 4 doses de P ( 0, 60, 120 e 240 mg dm-3  de P) com 4 repetições. Os parâmetros avaliados foram comprimento da parte aérea (CA), diâmetro do colo (DC), relação comprimento da parte aérea diâmetro do colo (CA/DC) e número de folhas (NF). A inoculação FMA promoveu significância para CA, DC e NF. A dose de 60 mg dm-3  promove incremento para CA, DC e NF. Conclui-se que a inoculação com Glomus etunicatum promove incremento no crescimento inicial de mudas de sabiá e a dose de 60 mg dm-3 de P é suficiente para atender o crescimento inicial de mudas de sabiá.

Downloads

Publicado

2013-06-10

Como Citar

Oliveira, J. J. F., Silva, B. B., & Araújo Neto, A. C. (2013). Crescimento inicial de mudas micorrizadas de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.) sob doses de fósforo. Scientia Plena, 8(4(b). Recuperado de https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/1433

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)