Qualidade da Matéria Orgânica do Solo e Estoques de Carbono e Nitrogênio em Fragmento de Mata Atlântica do Município de Neópolis, Sergipe.

Autores

  • D. V. Guimarães Universidade Federal de Sergipe
  • M. I. S. Gonzaga Universidade Federal de Sergipe
  • J. O. Melo Neto Universidade Federal de Lavras
  • A. F. Reis Universidade Federal de Sergipe
  • T. S. Lima Universidade Federal de Sergipe
  • I. L. Santana Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

matéria orgânica do solo, sequestro de carbono e nitrogênio

Resumo

As matas nativas são importantes ecossistemas protetores da diversidade biológica, do equilíbrio hídrico e da qualidade das condições edafoclimáticas locais. Os solos sob florestas naturais expressam seu potencial intrínseco através de seus atributos físicos, químicos e biológicos, de grande valor qualitativo para o desenvolvimento das plantas e armazenamento de carbono (C), representando um dos compartimentos terrestres com maior capacidade de seqüestro de C atmosférico. A matéria orgânica (MOS) é um dos principais indicadores de qualidade do solo e muito usado no estudo dos impactos causados pelo manejo do solo. O presente estudo avaliou as frações físicas da matéria orgânica e os teores de C e N de um Argissolo Amarelo sob mata nativa, no município de Neópolis, Sergipe.  As frações da matéria orgânica do solo foram classificadas como matéria orgânica particulada (MOP) e matéria orgânica complexada (MOC) através de fracionamento físico. O C foi determinado no solo e nas frações da MOS, enquanto que o N foi determinado apenas no solo. Os estoques de C e N foram calculados levando-se em consideração a densidade do solo e a espessura da camada de solo amostrada. Os resultados obtidos indicaram que a maior concentração de carbono encontra-se na fração complexada da MOS, representando 69% de C em relação ao carbono total, refletindo elevado estágio de humificação, típico do ambiente de floresta nativa. Os maiores estoques de C e N foram observados na camada subsuperficial, resultado principalmente da maior espessura dessa camada e do maior grau de proteção. 

Downloads

Publicado

2013-06-10

Como Citar

Guimarães, D. V., Gonzaga, M. I. S., Melo Neto, J. O., Reis, A. F., Lima, T. S., & Santana, I. L. (2013). Qualidade da Matéria Orgânica do Solo e Estoques de Carbono e Nitrogênio em Fragmento de Mata Atlântica do Município de Neópolis, Sergipe. Scientia Plena, 8(4(b). Recuperado de https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/1417

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.