Nível trófico do reservatório de Jacarecica I – Sergipe – Brasil

Autores

  • Carlos Alexandre Borges Garcia Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Eutrofização, Nutriente-limitante, Qualidade da Água

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o estado trófico da água e identificar o nutriente limitante do reservatório Jacarecica I (Sergipe, Brasil), utilizando o índice de estado trófico (IET) proposto por Carlson. Os parâmetros físicos, químicos e biológicos utilizados foram o pH, transparência, condutividade elétrica, concentrações de amônia, nitrito, nitrato, nitrogênio total, fosforo total, oxigênio dissolvido e clorofila-a. Para estes parâmetros, é importante ressaltar que as concentrações de todos os nutrientes foram maiores no período de chuva do que no período de seca, logicamente pela maior deposição de matéria orgânica ao logo longo do perímetro irrigado. Os valores de fósforo total, oxigênio dissolvido e clorofila a ultrapassaram os limites estabelecidos na Resolução n º 375/05 do CONAMA para as Classes 1 e 2 de águas. Observou, também, que o nutriente limitante do reservatório foi de nitrogênio durante o período seco e de fósforo durante o período chuvoso. Além disso, com base nos resultados do IET, a classificação do reservatório variou de eutrófico a oligotrófico, dependendo da época e do local de amostragem, ocorrendo redução do estado trófico no sentido do rio para a represa.

Biografia do Autor

Carlos Alexandre Borges Garcia, Universidade Federal de Sergipe

Professor Associado I do Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe

Downloads

Publicado

2012-10-03

Como Citar

Borges Garcia, C. A. (2012). Nível trófico do reservatório de Jacarecica I – Sergipe – Brasil. Scientia Plena, 8(7). Recuperado de https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/1025

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.